Ilha Grande: Uma experiência inesquecível

Ilha Grande: Uma experiência inesquecível

Foto por: Valdiney Pimenta/ Creative Commons - Atribuição 2.0 Generic


Popularmente conhecida entre turistas do mundo inteiro, o paraíso conhecido por Ilha Grande vem conquistando cada vez mais seu lugar no topo dentre os pontos turísticos mais almejados por visitantes. Com cerca de 190 km², a ilha se torna totalmente convidativa para aqueles que curtem passar bons momentos com a companhia da natureza.

Quando comparada com suas vizinhas de Angra, o encontro paradisíaco entre o azul do mar cristalino e o verde da Mata Atlântica, segue formando um visual de tirar o fôlego. Porém, sua numerosidade de opções para entretenimento faz com que a mesma possa ser facilmente considerada uma espécie de município em si. A ilha realmente é enorme! Trilhas, cachoeiras, residências, restaurantes e cerca de 100 praias fazem com que a região seja considerada a maior da cidade.

Dentre as muitas opções apresentadas, a Lagoa Azul e a Lagoa Verde trazem em si o selo de aprovação e garantia de diversão, fazendo com que a experiência seja única e digna de repetições. Como o próprio nome já diz, a Lagoa Azul é considerada a representação brasileira do paraíso onde foi gravado o clássico de mesmo título, com sua água azul cristalina e sua presença significativa de vida marinha, o destino raramente não está na lista daqueles que pretendem conhecer Angra dos Reis.


Lagoa Azul - Foto por: Rogério Cassimiro - MTUR


O contato intenso com a natureza presente na ilha faz com que seja difícil não ter os olhos lacrimejando quando deparados com tanta beleza. Conhecida principalmente por seus longos mergulhos refrescantes, as águas são rapidamente preenchidas com inúmeros peixes locais em busca de comida, transmitindo a sensação de estar nadando em um aquário gigante.

Assim como a Lagoa Azul, a Lagoa Verde traz em seu nome aspectos que fazem sucesso na região, sendo conhecida por possuir uma paisagem digna de cartão postal e claro, predominantemente verde.

Com uma presença marcante de árvores e vida natural, o ponto turístico por muitas vezes leva a preferência quando comparada com as águas “rivais”. Isso se dá pelo fato de possuir pontos mais rasos, onde é possível ter um contato ainda maior com a vida marinha, podendo até mesmo esbarrar com tartarugas.


Lagoa Verde - Foto por: Antonio Fernandes/ Creative Commons - Attribution 2.0 Generic


Com suas poucas diferenças, os dois destinos são altamente recomendados por todos aqueles que possuem o privilégio de deslumbrar de suas maravilhas. Suas águas são para todos os públicos, desde os mais aventureiros que mergulham por longos trechos, até aqueles que não sabem nadar, visto que a sensação de ficar pairando com boias ou outros equipamentos enquanto admira o horizonte é igualmente única.


Já deu para ter uma proporção do quanto a região é incrível né? A EasyHost possui parceiros preparados para oferecer um percurso seguro e divertido entre os dois pontos turísticos, fazendo com que o único arrependimento que possa surgir é o de não levar a câmera para guardar esses momentos marcantes.